POSTUROLOGIA CLÍNICA

         Quando falamos em postura, a maioria das pessoas pensa na posição de sentar, no lado em que carrega a mochila ou a bolsa, na posição em que trabalha entre outras coisas, porém poucas pessoas percebem que apesar de termos controle voluntário sobre nosso sistema muscular, temos pouco controle sobre nossa postura, isso porquê toda organização muscular do corpo é neurossensorial e ocorre aquém da nossa vontade. Como assim? Vamos começar do início:

    Postura consiste no trabalho do nosso sistema músculo-esquelético em nos sustentar, equilibrar e orientar contra a gravidade. Temos grupos musculares especializados nisso. Todos músculos do nosso corpo possuem um tônus, ou seja, um estado de semi-contração mesmo estando em repouso, este é controlado pelo Sistema Nervoso Central. Entendido isso fica mais lógico pensar que se o sistema postural fosse uma empresa, os músculos seriam os operários, ou seja, eles fazem as coisas acontecerem porém não estão no comando.

        - E quem seriam os chefes? 

        - Olhos, pés, sistema estomatognático, vísceras e fáscias.

      Se estas estruturas não estiverem em bom funcionamento o sujeito inevitavelmente terá problemas posturais, que poderão ser minimizados com treinos musculares direcionados a isso, porém assim que deixar de treinar voltará a ter os mesmos problemas caso não tenha resolvido-os na sua origem, ou seja, tratando os chefes. Isso ocorre porque nosso sistema nervoso capta informações nessas estruturas e dá uma resposta efetora para o sistema muscular a partir da informação captada, sendo assim, se a informação captada é alterada por algum mau funcionamento naturalmente isso pertubará o sistema postural podendo gerar dores e/ou patologias.

Quero agendar um atendimento!

(47) 99644 1221

  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon
  • YouTube Social  Icon